Buscar
  • Dra. Ana

CULTURA DO PERFECCIONISMO E DO IMEDIATISMO

Tristeza e perplexidade! São sentimentos que expressam a perda de jovens saudáveis por complicações de procedimentos estéticos. Muitos deles, buscando a ilusão do perfeccionismo de forma imediata.


O design, o estilo e a aparência se tornaram fundamentais no mundo atual, decidindo o fracasso ou o sucesso das pessoas, empresas e produtos. A obsessão coletiva de alcançar uma forma física perfeita gera um sentimento de inadequação e angústia. E, o imediatismo como resposta para estes sentimentos, é o responsável pelo abuso de medicações anorexígenas, os transtornos alimentares, os procedimentos cirúrgicos-estéticos que em sua maior parte são totalmente desnecessários, com riscos de morbimortalidade para o paciente.


Atualmente as facilidades são tantas que até quem aparentemente não tem o que melhorar sempre encontra algum espaço para “aperfeiçoamento”.


A era da beleza está em plena expansão, uma espécie de socialização da indústria da beleza e da cosmética. Tudo em nome da beleza, para adotar novidades e modismos: das salas de cirurgia aos consultórios dos dentistas, da lipo, do Botox, dos tratamentos de rejuvenescimento, à dupla ginástica-dieta etc. E, para “facilitar o imediatismo”, as técnicas evoluíram: as cicatrizes e o tempo de recuperação diminuíram.


Os padrões de beleza irreais tornam infelizes todos aqueles que tentam e nem sempre conseguem, corrigir ou disfarçar de seus corpos particularidades físicas que todos possuímos.


Talvez devêssemos nos voltar as nossas raízes indígenas, pois ser belo para o índio é, antes de tudo, ser saudável. Nossa verdadeira beleza está nas nossas virtudes e no nosso modo de ser.

Uma bela semana para todos!

37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo